Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana reforça o Mercado Social de Arrendamento

MercadoHabitações

Vitor Reis, presidente do I.H.R.U. revela que a entidade está a receber de outros organismos do Estado cerca de 7000 casas, para serem atribuídos a novas famílias, casas prontas a habitar, já arranjadas. O investimento do I.H.R.U já ronda os 37 milhões de euros.

O Mercado Social de Arrendamento está a ser um enorme sucesso. A previsão inicial das 2.000 casas foi excedida, com rendas médias entre 230 e 280 euros, valores 20% a 30% abaixo do mercado. O grande objetivo é escoar as casas fechadas pelo país que eram um desperdício gigantesco.

O regime de arrendamento apoiado é neste momento o mais generoso de toda a Europa e nas famílias com rendimentos mais baixos a renda chega a ser de 4,19 euros, que é a renda mínima.

Para o I.H.R.U, a renda apoiada é dos grandes pilares do Estado Social e desde que se atualizou as rendas no IHRU aconteceu um fenómeno espantoso: em três anos, utentes do nosso sistema vieram entregar 800 casas que não usavam. Não foram viver para o meio da rua. Já tinham outras casas e excelentes rendimentos.

O IHRU tem vindo a aumentar o número de casas em arrendamento social e além disso estamos a receber de outros organismos do Estado todo o parque de habitação social existente em Portugal.

Fonte: Idealista.pt