CML investe 18 milhões de euros para reabilitar frente ribeirinha

Arrendamentos

A frente ribeirinha de Lisboa vai voltar a estar em obras até 2017. Em causa está um projeto de reabilitação do Campo das Cebolas, Corpo Santo e Cais do Sodré, que vai implicar um investimento de 18 milhões de euros da Câmara Municipal de Lisboa. O anúncio foi feito esta semana pelo presidente da autarquia.

O objetivo, segundo Fernando Medina citado pela Lusa, é acabar com as zonas bloqueadas, onde não há acesso público, e com as zonas menos cuidadas, permitindo a fruição pública por todos os munícipes, com menos obstáculos e menos barreiras, com mais árvores, com espaços para as crianças, com parques infantis, com ludotecas, com quiosques e com esplanadas.

O presidente da Câmara referiu ainda, durante uma visita às obras de requalificação, que no Campo das Cebolas haverá um reordenamento da circulação viária, aposta no sistema de transportes públicos através de uma melhoria do interface de transportes e predominância dos modos de mobilidade suave, como a bicicleta e o uso pedonal, acrescentando que os passeios serão mais largos e confortáveis.

No Corpo Santo e Cais do Sodré, o objetivo passa por reorganizar o terminal de autocarros e de elétricos, aumentar o número de espaços verdes, melhorar a circulação pedonal e reordenar o estacionamento.

Fonte: Idealista.pt